Sunday, November 01, 2009

LUZ


Quisera que não fosses tão distante!
Quisera que pudesse te dizer
Que minha vontade imensa de querer
Vive te reclamando a cada instante.

Quisera ter coragem de expressar
O que, em mim, é a única constante:
A necessidade de que sejas minha amante
Que é mal que sei que nunca vai passar.

Mas, fujo de te ver e deixo rastros
Na esperança de que como dos astros
Tua luz um dia em mim venha pousar

E amo a escuridão em que me deixas
Pois, nela tanto cultivo as queixas
Quanto a vontade infinita de te amar!

Do livro Imagens da Incerteza, Thesaurus, 1982

1 comment:

Isabela♥ said...

Amei esse!!!