Sunday, March 27, 2011

Pasolini


Frammento alla morte

Pier Paolo Pasolini

Vengo da te e torno a te,
sentimento nato con la luce, col caldo,
battezzato quando il vagito era gioia,
riconosciuto in Pier Paolo
all’origine di una smaniosa epopea:
ho camminato alla luce della storia,
ma, sempre, il mio essere fu eroico,
sotto il tuo dominio, intimo pensiero.
Si coagulava nella tua scia di luce
nelle atroci sfiducie
della tua fiamma, ogni atto vero
del mondo, [...]

Fragamento da morte

Eu venho de ti e a ti torno,
sentimento nascido com a luz, com o calor,
batizado com o vagido da alegria,
reconhecido no Pier Paolo
a origem de um épico ansioso:
eu caminhei à luz da história,
mas, sempre, minha essência foi heróica,
sob teu domínio, pensamentos íntimos.
Se coagulavam no seu fluxo de luz
na atroz confiança
da tua chama, todo ato verdadeiro
do mundo, [...]

1 comment:

Raíz said...

Mais um lindo poema!

Eu também morrerei feliz, por voltar ao que não sei.

Beijos, poeta!

Mirze