Thursday, April 14, 2011

Explicaçãozinha do maior amor


É preciso apenas que tu entendas
Que o meu amor também se alimenta do silêncio.
Às vezes até me canso de mim mesmo
E minha alma, que não tem pauta,
Segue seus compassos desarmoniosos pela vida
Dançando de forma errante e misteriosa.
Nem pense que não é por te amar, querida,
Nem que no meu coração não sigas
Como a jóia mais preciosa.
Mas, crê em mim,
Que a melhor proteção até mesmo das rosas,
Muitas vezes, é a distância e o isolamento.
Se afastar, algumas vezes, é por fermento
No pão de cada dia
E comemorar isto com a alegria.
Como eu poderia te explicar
Que quanto menos convivo
Mais aumenta meu desejo de te amar
E, mesmo assim, distante
Sei que não consigo mais viver sem ti
De forma que quando chego
Sinto um desejo imenso de partir...
Só para te amar mais do que te amo.

2 comments:

Raíz said...

Grande explicação!

Além de belíssima!

Abraços!

Mirze

Adolescendo em Verso & Prosa said...

Silvio: pensei q não houvesse explicação...mas a poesia..nos surpreende..sempre!!!
bjins pr ati querido amigo.